Novos Parâmetros para a Prática da Enfermagem

É fundamental para a enfermagem o reconhecimento que as práticas mudaram e que agora tudo é diferente do que foi desenvolvido ao longo do século XX.  A tecnologia tornou possível alterar o caráter e o conteúdo do trabalho, alterando para sempre as práticas em saúde. Grande parte das práticas da enfermagem do século XX foram direcionadas para “serviços de atendimento de doenças”, cada vez mais intensos e dentro das paredes dos hospitais. A história da enfermagem está repleta de desafios que acabaram por definir seu trabalho predominante em hospitais por grande parte do século XX. 

No sistema de saúde do século XXI, a tecnologia vem alterando o relacionamento do enfermeiro com os usuários e com o sistema de saúde. Essas mudanças requerem um conjunto novo e aprimorado de novos conhecimentos, habilidades e atitudes em relação ao bem-estar e ao atendimento da população, com um foco renovado no atendimento centrado no paciente, coordenação do atendimento, análise de dados e melhoria da qualidade. Os enfermeiros estão posicionados para contribuir e liderar as mudanças transformadoras que estão ocorrendo na área da saúde, sendo um membro colaborador da equipe interprofissional.

A enfermagem agora tem a obrigação de alterar suas práticas para atender as necessidades da população e do sistema de saúde.
Muitos profissionais sugerem que essas mudanças e desafios estão longe de acontecer e que haverá tempo para considerar seu impacto na prática da enfermagem. No entanto, as inovações que estamos vivenciando hoje são a ficção científica que estávamos lendo há 10, 20 anos atrás. A maioria dos enfermeiros nunca previu que viveria as inovações tecnológicas baseadas em chips que hoje são comuns no ambiente atual dos serviços de saúde. 

O desafio hoje para a profissão de enfermagem é acomodar as perdas do que foi entendido como “práticas de enfermagem” em um momento em que grande parte destas atividades desaparecerá.

Mara Machado – CKO Chief Knowledge Officer

Publicado em 02.03.2020

O papel do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH)
O Ambiente Psicologicamente Seguro e o Silêncio dos Profissionais

Publicações similares

1 Comentário. Deixe novo

Ariadine Oliveira
8 de março de 2020 08:14

Apostamos que trabalhar por um melhor ambiente da prática profissional da enfermagem é uma grande alternativa para melhores resultados clínicos e de gestão para as instituições de saúde.

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu